Cuidados para Cães com Problemas de Coluna

Não é difícil encontrarmos cães com problemas de coluna, principalmente aqueles que possuem uma idade mais avançada. Infelizmente, muitos tutores não sabem que seus cães possuem esse tipo de  problema. Isto porque muitos não levam seus pets para uma consulta rotineira em uma clínica veterinária. Existem raças de cães que são predispostas para o aparecimento de doenças na coluna vertebral, principalmente aqueles com estrutura mais comprida, como o Dachshund, Beagle e o Basset Hound. As principais dicas para que o cão com problema de coluna viva com qualidade de vida, são:

– Sempre leve seu cão para fazer hidroginástica. Existem atualmente profissionais especializados em fisioterapia veterinária, sendo esses os mais indicados para acompanhar o cão nas sessões. Contudo, levar seu pet para a piscina junto com você pode fazer com que a dor na coluna alivie;

– Nos dias que o pet esteja sentindo mais dores na coluna, podem-se utilizar compressas quentes na região da coluna. É importante esclarecer, que deve ser feito com o animal com a coluna ereta. O tutor deve ter cuidado para que a temperatura não esteja muito alta, pois pode queimar o cão;

– Sempre evite que seu cão fique em chão liso. Normalmente, os cães que vivem em chão extremamente liso tendem a dar pequenas escorregadas. Isso é terrível para aqueles que têm problemas de coluna;

– Não é indicado que o pet fique subindo e descendo escada. É perceptível que o ato de subir e descer escadaria requer muita flexibilidade da coluna vertebral. Para os animais que sentem dores crônicas nas costas, isso se torna uma prática bastante dolorosa;

– A acupuntura garante grandes resultados para os cães, no entanto, apenas o médico veterinário poderá realizar o procedimento. Não permita leigos, pois poderá agravar o quadro clínico;

– A massagem nas costas do cão poderá ser feita pelo tutor como forma de amenizar o desconforto, porém sem nenhum tipo de gel ou hidratante. Os problemas musculares podem ser aliviados com mais êxito utilizando a massagem;

– Sempre ao carregar seu animal, segure pela região tórax e pela região pélvica, simultaneamente. Não suspenda somente pela parte anterior (tórax), pois causará bastante incomodo e dor no cão;

– É importante impedir que o pet suba em sofás, camas e cadeiras. A maioria dos cães sobe e desce sozinhos desses locais, no entanto, o momento da subida e descida causa fortes impactos na coluna;

– Não permita que seu cão fique acima do peso. Nem sempre estar acima do peso é sinal de saúde e de bom tratamento. A obesidade prejudica muito a coluna, principalmente naqueles que já sofrem por esse problema;

– Não coloque seu animal perto de animais de maior porte. No momento da brincadeira, pode haver uma lesão mais séria na coluna;

– Não caminhem longas distâncias ou em terrenos acidentados com seu animal. Procure andar em caminhos mais curtos e com terreno mais regular;

– Visite regularmente o médico veterinário. Animais com problemas de coluna devem ter um monitoramento trimestral. Isso ajudará ao pet levar uma vida com melhor qualidade.

O prognóstico vai depender da causa primária. Normalmente, os problemas de coluna não prejudicam ou ameaçam a vida do seu pet, porém devem ser tomados cuidados especiais.

Fonte: R7.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *