Diferença entre miniaturas e anões

A miniaturização é um processo de seleção genética artificial feito pelos criadores de cães e gatos, em que os menores exemplares de uma ninhada são selecionados e cruzados entre si, na intenção de promover o surgimento de exemplares cada vez menores, os chamados minis. Essa seleção acontece tanto na criação de gatos como na de cães e não proporciona necessariamente animais mais frágeis, já que essas miniaturas podem ser tão ou mais saudáveis que os exemplares maiores.

Ainda segundo os veterinários, para saber se um cão apresenta ou não nanismo, é necessário realizar um exame que indica a quantidade de hormônio de crescimento. Muitas raças consideradas pequenas, como o chamado Persa teacup ou Minipersa, apresentam quantidade adequada de hormônio e não são anões. Há uma grande diferença entre um cão micro e uma não. Os microcães são pequenos, porém proporcionais. É considerado anão apenas o animal que possui membros atrofiados, portanto, desproporcionais.

Você sabia?

Algumas raças têm propensão ao nanismo. Pastor Alemão, Pinscher e Weimaraner são as raças mais afetadas. É uma doença rara, porém com mais continuidade em cães que em gatos.

Fonte: Revista Meu Pet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *