Pointer Alemão

Características de raças

Grupo da Raça (FCI): Cães Apontadores

País de Origem: Alemanha

Data de Origem: Século XVII

Altura: 58 – 66 cm

Porte: Grande

Peso: 20 – 32 kg

Tamanho do Pelo: Curto

Tipo da Pelagem: Dura e Grossa

Expectativa de Vida: 12 – 15 anos

Cor: Marrom com ou sem manchas brancas, ruão com marrom, branco com manchas marrons ou preto

Residência

  • Bom para apartamento: Não
  • Bom para casa: Sim
  • Tolerância ao frio: Baixa
  • Tolerância ao calor: Alta
  • Gosta de latir: Médio
  • Gosta de uivar: Sim

Temperamento

  • Nível de energia: Alto
  • Gosta de brincar: Sim
  • Fica bem sozinho: Médio – 0% concordam
  • Bom cão de proteção: Não
  • Nível de obediência: Alto
  • Instinto de caça: Alto

Convivência

  • Gosta de outros cachorros: Sim

  • Gosta de outros animais: Não

  • Gosta de crianças: Sim
  • Lida bem com desconhecidos: Sim
  • Carinhoso: Sim

Cuidados básicos

  • Cuidados com a pelagem : Pouco
  • Solta pelo: Pouco
  • Exala cheiro: Pouco
  • Baba: Pouco

Doenças comuns

  • Infecções de ouvido
  • Displasia coxofemural
  • Câncer
  • Doença de Von Willebrand

Mais sobre Pointer Alemão

Origem

O pointer alemão é também conhecido como braco alemão de pelo curto, e seus ancestrais eram cães de exposição alemães do século XVI. Seu desenvolvimento aconteceu no século XVII, feito por caçadores flamengos, e o cruzamento do braco italiano com o pointer inglês gerou uma raça ainda mais rápida para a caça.

Temperamento

O pointer alemão é muito ativo e observador, como um típico cão de caça. Obediente ao seu dono, ele costuma ser fiel à família e adora brincar com ela, principalmente com crianças, com quem é bem amigáveis.

 

Sempre pronto para aprender, o pointer alemão não tem problemas ao receber ordens e é muito inteligente no adestramento, além de cooperar com qualquer atividade. Com instinto protetor forte, essa raça costuma proteger aqueles com quem é mais apegada.

Cuidados específicos

O pointer alemão, ainda que seja sociável, não gosta de lugares pequenos, o que o impede de viver em apartamentos, pois ele pode se tornar destrutivo. Seus exercícios precisam ser feitos com frequência, para que sua energia de caçador seja canalizada em alguma atividade benéfica.
A raça é bem forte, mas apresenta alguns casos de displasia, como a maioria das raças grandes.

Foto: Harold Meerveld

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *